border

Sobre

O grupo La Montaña Gris, de música celta e de fantasia, nasceu no dia 18 de agosto de 2001 em Medellin, Colombia. Desde seu início se caracteriza pela difusão do folclore do norte da Europa, conhecido comumente como música celta. Pablo Villegas, seu fundador, considera a música celta como um dos folclores que permitiram o desenvolvimento da música no ocidente e na América, considerando que este folclore é um legado deixado desde a antiguidade: duendes, fadas e todos aqueles personagens que conhecemos como representante da fantasia, e que alimentam a alegria dos seres humanos. A música celta provoca nos seus ouvintes, a sensação do mítico e abre as portas da imaginação. No decorrer de seu trabalho, o grupo desenvolveu uma grande quantidade de concertos conseguindo gerar uma nova proposta musical que pode ser apreciada em teatros, universidades, centros culturais, centros turísticos, parques, plataformas, colégios, bares, cafés, matrimônios e festas, entre outros. Seu primeiro CD CANTO PRIMIO, mostra suas melhores canções, cantadas em inglês, espanhol e na língua prima, idioma que atualmente se fala na La Montaña Gris. Entre outubro e dezembro de 2004 realizaram sua primeira tour pela América do Sul,  a qual  incluiu Chile, Argentina, Brasil e Equador. Tiveram  uma grande quantidade de concertos agendados em festivais e encontros internacionais, que permitiram a La Montaña Gris ser respeitada e alcançar um reconhecimento importante no meio da música celta na América Latina. Entre setembro e dezembro de 2006 viajaram novamente pela América do Sul, realizando 30 concertos no Equador, Chile, Brasil e Bolívia. Desta vez apresentaram seu novo CD EN EL REGAZO DE LA CARAMAÑOLA. Este disco concebe a vida como uma viagem, e tem sua  música dedicada as viagens e aos viajantes na língua primia, inglês, italiano francês e  espanhol. Durante essa tour, realizaram um documentário em DVD intitulado TRAS LOS VESTIGIOS DEL FUEGO. Entre setembro e novembro de 2008 realizaram uma tour pelo Brasil, fazendo 20 concertos em São Paulo, Campo Grande, Curitiba e Florianópolis. Em 2010 gravam seu terceiro CD intitulado ALBOROQUE IRLANDÉS, onde fazem uma viajem pela música de taberna irlandesa. Este álbum é feito com a participação de músicos de diferentes lugares do Brasil. Atualmente o grupo conta com integrantes que interpretam: violinos, flautas, vozes femininas, vozes masculinas, violão, baixo e bandola.

 
border